dinheiro não se leva para o céu

Sentado na soleira da porta de um bonito casebre na Rua Geralda, com suas lentes futuristas e um delicado e curioso conjunto de ferramentas, o artesão trabalha cuidadosamente cada moeda. De um moderno baú construído em plástico – encontrado em qualquer loja de escritórios -, o rapaz retira moedas de todas as partes do mundo. Nigéria, Congo Belga, Moçambique, Cabo Verde, Portugal, África do Sul, Cingapura, Colômbia, Bahamas, Rússia, Brasil. Uma rápida remexida em seu baú do tesouro é suficiente para revelar uma volta ao mundo.

 

O uruguaio Marcelo Dalto é figura conhecida nas ruas de Paraty, onde mora há quase três anos. É ele quem reúne todas essas moedas e faz com que as pessoas descubram uma outra faceta do dinheiro que não a econômica. Através de cortes precisos, o artesão transforma moedas em medalhas realçando os motivos cunhados em suas faces. O resultado faz com que as moedas sejam observadas de outra maneira. “Moeda tem a ver com a época em que foi cunhada, a cultura, a economia, enfim,” diz ele. Recolocar as ‘pratinhas’ em circulação, para ele, significa realçar a arte que já está na moeda – que quase nunca é devidamente valorizada quando este dinheiro está em circulação – e também a própria cultura do país onde a peça foi cunhada. “Dá pra contar a história dos países pelos motivos gravados em suas moedas”, define. O trabalho retira as ‘pratinhas’ dos baús de colecionadores e as recoloca em circulação, conferindo-lhes novo valor.

 

As ferramentas utilizadas por Marcelo são especialmente talhadas para cortar as moedas. Moedas que vêm das mãos de colecionadores, de viagens ou mesmo das próprias mãos dos fregueses. As pessoas se aproximam curiosas da soleira onde o artesão trabalha. Tem gente que pede moedas de determinada nacionalidade e época. Algumas pessoas pedem moedas que tenham algum animal gravado. Outras escolhem apenas pela estética do objeto gravado. Eu confesso que me aproximei pela curiosidade e acabei encontrando uma moeda de Portugal (de onde alguns de meus ancestrais vieram) cunhada no ano em que nasci… 

 

* Essa foto foi feita pelo Cacá Hansen 

 

 

Marcelo descende de uma família de ourives e trabalha com moedas há mais de 20 anos. Em seu pescoço repousa um cordão que traz como pingente uma moeda cunhada no Rio de Janeiro em 1814. Por suas mãos já passaram moedas que circulavam nos anos de 1.500/1.600. Usando técnicas de ourivesaria aplicadas a metal, leva entre 1h30 e 2h para transformar cada moeda em peça de arte única. O tempo varia de acordo com a dureza do metal. O preço varia de acordo com o tamanho e o tipo de material.

 

Ah, o Marcelo também tem um blog. Espie lá: www.atelieraracati.blogspot.com

 

Anúncios

Um pensamento sobre “dinheiro não se leva para o céu

  1. O dinheiro não se leva para o Céu. Mas ajuda muitas vezes, a encontrarmos um pequeno Céu na terra.
    Painel Brasil
    Pintura de fundo a óleo em base de platex. Na construção deste painel foram utilizadas 17.630 moedas de Portugal e do BRASIL. As cores de fundo são as cores das bandeiras de Portugal e do Brasil. Neste painel pode ver-se o mapa de portugal, bem como o do Brasil. O padrão monumento em pedra, símbolo de Portugal ao mundo no seu navegar. Duas caravelas com a cruz de Cristo nas suas velas brancas. O levar da igreja de Deus ao então mundo desconhecido.
    A começar na parte superior lado esquerdo do painel, pode ler-se “ PORTUGAL AO MAR FAZ A CARAVELA E O MUNDO AO MUNDO É DESCOBERTO”
    A começar na parte superior esquerda do painel, letra (P) de Portugal pode ler-se: “PÁTRIO CHÃO É SAGRADO DEVER HONRAR DEFENDER E CANTAR”
    A Oeste e Sul de Portugal, na vertical a palavra “ PORTUGAL “, na horizontal a começar pela letra (L) de Portugal, a palavra “ LUSÍADA”.
    A Oeste do mapa do Brasil está escrita com moedas a palavra “ BRASIL”
    Ao meio do painel, na parte superior, está representada uma Cruz latina, no topo da mesma a palavra “CÉU”. No lado superior esquerdo, mais uma Cruz latina, por cima a palavra “FÉ”, por baixo a palavra “LUZ”. Ao centro do painel outra Cruz latina com a palavra “DEUS”. Na parte inferior do painel uma nova Cruz Latina, e por cima da mesma a palavra “PAZ”, ao lado direito a palavra “AMOR” ( A letra ( Z ) da palavra “PAZ” , está escrita às avessas, como infaustas e reversas têm sido à humanidade uma grande percentagem das administrações mundiais dos últimos anos)
    Ver fotos em:www.portugalaomundo.pt.vu
    Melhores cumprimentos
    Eduardo Henriques

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s